• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

Biografia

Wagner Menezes

Wagner Menezes

Conhecido como Marrom, Wagner Menezes nasceu em São Paulo no dia 27 de março de 1969 e milita no ramo de transporte desde 1987, na capital, quando era cobrador na Companhia Municipal de Transportes Coletivos (CMTC), onde também foi cipeiro. Nos anos 1990, mesmo com a privatização da empresa, continuou atuando nela. Atualmente é motorista na cidade de Guarulhos.

Começou sua militância política nas garagens de ônibus onde trabalhava, participando de mobilizações e oposições nas garagens. Depois iniciou atuação na CNTTL (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística), indo, em seguida, para o Sincoverg (Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Transporte de Passageiros, Urbano, Suburbano, Metropolitano, Intermunicipal e Cargas Próprias de Guarulhos e Arujá em São Paulo) em 2010, onde fez assessoria da direção e ajudou a organizar a categoria. Posteriormente, Marrom foi eleito como secretário-geral do sindicato, onde se mantém até hoje, contribuindo nas grandes mobilizações da categoria, como greves nas garagens e conquistando diversos direitos.

Antigo militante do PCdoB, saiu em 1998 para se filiar ao PT e, na oposição dos condutores de São Paulo, iniciou atuação na Articulação Sindical (ArtSind) da CUT-SP, permanecendo até 2008, quando surge a candidatura para tesoureiro na chapa de oposição.

Em agosto de 2015, durante o 14º Congresso Estadual da CUT São Paulo (CECUT), foi eleito secretário de Saúde do Trabalhador da entidade para a gestão 2015 a 2019. No 15º CECUT, em 2019, foi eleito secretário de Relações do Trabalho para a gestão 2019-2023.

I – Compete ao secretário de Relações de Trabalho:

  1. a) Elaborar e contribuir com estudos e projetos em relação a políticas para promoção da democratização das relações sociais de trabalho e encaminhá-los às instâncias da CUT;
  2. b) Promover o intercâmbio de experiências e estabelecer convênios de cooperação para o desenvolvimento das políticas de democratização das relações de trabalho da CUT com entidades Sindicais e institutso especializados em seu âmbito, através da Secretária Nacional de Relações de Trabalho e da Secretaria de Relações Internacionais:
  3. c) Coordenar a elaboração e execução de campanhas para ampliação de direitos trabalhistas e Sindicais dentro dos princípios e propostas da CUT e encaminhá-las às suas instâncias;
  4. d) Elaborar e coordenar os processos de negociação coletiva estadual, em conjunto com os ramos da CUT, como também desenvolver estudos e pesquisas para aprimoramento das reivindicações estaduais: e
  5. e) Coordenar e acompanhar os temas relacionados à promoção da democratização das relações sociais de trabalho nos espaços intitucionais, nos seus respectivos âmbitos.