• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

Sindicato exige suspensão de atendimento em escola com pessoas contaminadas

Com reabertura do atendimento na EMEFM Oswaldo Aranha Bandeira de Mello trabalhadores são contaminadas por Covid-19

Publicado: 24 Novembro, 2020 - 11h09 | Última modificação: 24 Novembro, 2020 - 11h14

Escrito por: Sindsep-SP

Reprodução
notice

Na última quinta-feira (19.11) foi confirmado casos de Covid-19 na Escola Municipal de Ensino Fundamental e Médio Osvaldo Aranha Bandeira de Mello, bairro de Cidade Tiradentes, na zona leste de São Paulo.

O Sindsep de imediato encaminhou ofício ao Secretário Municipal de Educação Bruno Caetano, já que por conta da reabertura antecipada das escolas, mais infecções passam a ser realidade na cidade de São Paulo.

O Sindsep solicitou a imediata suspensão das atividades da EMEFM Osvaldo Aranha Bandeira de Mello, pertencente a Diretoria Regional de Ensino - DRE Guaianases por conta da contaminação de dois servidores, Coordenador Pedagógico (CP) e Auxiliar Técnico Educacional (ATE) que, que com a Instrução Normativa 39, passaram a atender pessoalmente a comunidade escolar desde o dia 3 de novembro.

O sindicato reivindicou na solicitação "a testagem de todas(os) as(os) demais Trabalhadoras(es) da Unidade e que se retome o isolamento social, uma vez que não há um protocolo definido pela Secretaria Municipal de Educação que garanta a saúde e segurança de todas(os) as(os) demais Trabalhadoras(es) e usuários."

Até o presente momento a Secretaria Municipal Educação não respondeu a solicitação do Sindsep.