• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

Taubaté (SP): Trabalhadores decidem manter estado de greve na LG

Segundo o presidente do Sindmetau, o prazo para a LG apresentar uma proposta segue até a sexta-feira da próxima semana, dia 9 de abril

Publicado: 06 Abril, 2021 - 10h22 | Última modificação: 06 Abril, 2021 - 10h29

Escrito por: Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região

Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté
notice

Os trabalhadores e trabalhadoras na LG permanecem em estado de greve enquanto as negociações continuam entre representantes sindicais e da empresa. A decisão foi tomada na tarde de terça-feira (30), durante assembleia na porta da empresa.

As negociações entre dirigentes sindicais e LG começaram na manhã de terça-feira (30). De acordo com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau), Cláudio Batista, o Claudião, os representantes da empresa não sabem qual será o futuro do setor de celulares.

“Nesta primeira reunião, os representantes da empresa nos mostraram três cenários: a possibilidade de fechamento, reestruturação e venda do setor. Nossas negociações seguem para amparar os trabalhadores em qualquer um desses cenários”, explicou Claudião.

Segundo o presidente do Sindmetau, o prazo para a LG apresentar uma proposta segue até a sexta-feira da próxima semana, dia 9 de abril. Ainda conforme Claudião, os representantes da fábrica sul coreana informaram que está em andamento conversas para a venda do setor de celulares para um grupo africano. “Porém, sem um acordo firmado até o momento.”

Estado de greve

Os trabalhadores e trabalhadoras na LG decidiram pelo estado de greve na sexta-feira (26), durante assembleia. Em Taubaté, a empresa tem cerca mil funcionários, sendo 400 no setor de celulares.

 

Matéria publicada no site do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região