• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

STF derruba transferência e Lula segue em Curitiba

Decisão foi relatada pelo ministro Edson Fachin e acompanhada por demais membros da corte. Como ex-chefe de Estado, Lula tem direito à sala de Estado maior

Publicado: 07 Agosto, 2019 - 17h54 | Última modificação: 07 Agosto, 2019 - 17h58

Escrito por: Rede Brasil Atual

Reprodução
notice

Após pedido da defesa e de reunião do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, com mais de 70 parlamentares de diferentes partidos, o tribunal derrubou a decisão que transferia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para presídio comum. A decisão foi relatada pelo ministro Edson Fachin e acompanhada por demais membros da corte.

“A matéria é de indiscutível urgência. O pedido é para assegurar o paciente em sala de Estado maior. Considerando os fatos que estão noticiados nos autos, neste momento, concedemos o pedido da defesa técnica do ex-presidente”, disse Fachin.

A juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, tinha autorizado a transferência do ex-presidente para São Paulo. O despacho da magistrada atende a um pedido feito pela Superintendência da Polícia Federal do Paraná, onde Lula está preso desde 7 de abril do ano passado. Após interferência do juiz Paulo Eduardo de Almeida Sorci, nomeado pelo ministro da Justiça de Bolsonaro, Sergio Moro, para o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, ficou decidido que Lula seria enviado para Tremembé 2.