MENU

Somos CUT e somos fortes para continuar transformando vidas!

Inicio nova caminhada como secretário-geral da CUT Brasil e conto com todos e todas nessa missão de tornar a nossa Central ainda mais forte e combativa

Publicado: 24 Outubro, 2023 - 18h03 | Última modificação: 25 Outubro, 2023 - 13h43

Escrito por: Renato Zulato*

Foto de Roberto Parizotti/CUT e arte de Maria Dias/CUT-SP
notice

Foram quatro dias de intenso debate e construção coletiva das estratégias de lutas que irão orientar a CUT Brasil pelos próximos quatro anos (2023-2027). Com a participação de mais de 2 mil pessoas, entre delegados, delegadas e convidados, de todos os ramos que compõem a nossa Central, o 14º CONCUT (Congresso Nacional da CUT) encerrou-se no último domingo, 22 de outubro. 

No Congresso, também foi eleita a nova direção da entidade, que irá tocar o projeto aprovado. Com a indicação e apoio do Sindicato dos Químicos de São Paulo e de todos os sindicatos que compõem o ramo químico, as federações e a CNQ (Confederação Nacional dos Químicos), fui eleito para a Secretaria-Geral da entidade, uma grande missão que assumo com alegria e a responsabilidade que a função exige, em meio a um cenário de reconstrução do Brasil, feita pelo nosso presidente Lula, e de discussão acerca do fortalecimento do sistema sindical e os desafios ao nosso projeto para 2024. 

Neste momento, é impossível não rememorar minha trajetória política e sindical, iniciada nos anos 1970, quando participei da oposição metalúrgica em São Paulo. Mais tarde, em 1989, fui eleito para a diretoria do então Sindicato dos Trabalhadores dos Plásticos de São Paulo. Em 1994, ajudei na construção a reunificação do sindicato dos Plásticos com o dos Químicos de São Paulo, onde até hoje componho a direção. Também participei da construção e criação da CNQ, onde atuei como secretário de Comunicação. Em 2009, fui indicado e eleito para a Secretaria de Administração e Finanças da CUT-SP, em função na qual fui reconduzido nos mandatos seguintes e que finalizei, agora, em agosto de 2023. Em todo esse período, travamos importantes lutas com vistas à defesa da democracia de nosso país e a garantia, o resguardo e a ampliação dos direitos da classe trabalhadora. 

Foi uma longa caminhada, que só foi possível com o valoroso apoio de muitos companheiros e companheiras. Infelizmente, alguns não se encontram mais entre nós, mas guardo cada um deles em meu coração. Também agradeço imensamente a compreensão de minha família, especialmente minha esposa e meus filhos, que me apoiaram em todos os momentos. 

Agora, sei que poderei contar novamente com o apoio de vocês para essa nova responsabilidade que assumo nacionalmente. Aproveito para reafirmar meu compromisso com os princípios CUTistas e trabalharei para sermos cada vez mais fortes e combativos ao lado da nova direção. Obrigado! 

Somos CUT e somos fortes para continuar transformando vidas! 

*Renato Zulato é trabalhador químico e foi eleito o secretário-geral da CUT Brasil para o mandato 2023-2027.