MENU

Sindicatos de Marília se preparam para Congresso da CUT-SP

Plenária na região foi realizada nesta sexta-feira, 30 de junho

Publicado: 30 Junho, 2023 - 18h23

Escrito por: Rafael Silva - CUT São Paulo

Divulgação
notice

Na manhã desta sexta-feira, 30 de junho, lideranças sindicais de Marília, no interior paulista, participaram da Plenária realizada pela subsede da CUT-SP na região. A atividade ocorreu no espaço onde funciona a Apeoesp, no Jardim Dirceu.

As plenárias têm sido realizadas em todas as subsedes da CUT no estado com o propósito de discutir a conjuntura política e atualizar as estratégias de luta com base nos ramos que atuam nos territórios. Também são em preparação para o 16º Congresso Estadual da CUT-SP (CeCUT) e para o 14º Congresso Nacional da CUT (ConCUT). 

Em Marília, a atividade foi conduzida pelo coordenador da subsede Arlindo Rodrigues da Cruz Junior, com a participação de Wagner Menezes, o Marrom, secretário de Relações do Trabalho da CUT-SP, e de Joice Jaqueline, secretária de Mobilização da Central Estadual.

"É uma região com poucos sindicatos, mas os que existem são bastante ativos em suas cidades de atuação. E a plenária de hoje foi um passo importante para a construção do nosso congresso e para a vida política da CUT nas diferentes localidades”, avalia Marrom, que tirou dúvidas sobre a organização e as formas de participação do CeCUT.

Já Joice Jaqueline falou sobre a importância dos sindicatos se envolverem na construção do Plano Plurianual (PPA) para o período 2024-2027, em construção pelo Ministério do Planejamento e Orçamento do governo Lula. 

O governo receberá propostas dos diferentes setores da sociedade que queiram opinar direta e efetivamente sobre rumos do governo. No começo de junho, a ministra Simone Tebet se reuniu com as centrais sindicais para falar do PPA e colher as contribuições da classe trabalhadora. O Plano deve ser entregue ao Congresso Nacional até 31 de agosto de 2023, junto com a Lei Orçamentária Anual.

“É preciso que os sindicatos participem dessa construção para garantir que os trabalhadores e as trabalhadoras estejam contemplados no orçamento do governo”, disse Joice.

Após passar por todas as subsedes no interior, litoral e região Metropolitana, a CUT-SP irá realizar a última plenária no próximo dia 5 de julho na capital paulista.