• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

 ‘Sextas Culturais’: CUT-SP dá início às programações do 1º de Maio

Central organiza apresentações de samba, MPB, funk e RAP com transmissão nas redes sociais da entidade, a partir do dia 9, às 19h

Publicado: 07 Abril, 2021 - 02h12 | Última modificação: 07 Abril, 2021 - 13h02

Escrito por: Redação - CUT São Paulo

Maria Dias/CUT-SP
notice

A CUT São Paulo dá início nesta semana às ‘Sextas Culturais’, lives musicais com apresentações de samba, MPB, funk e RAP, que integram a programação do 1º de Maio deste ano. Com o mote “Resistência, Luta e Solidariedade das trabalhadores e trabalhadores em meio à pandemia da Covid-19”, a atividade traz como eixos a defesa do Auxílio Emergencial de R$ 600; o Emprego; a Vacinação para Todos e Todas; o Fortalecimento do SUS; as lutas contra a Reforma Administrativa e as Privatizações e o Fora Bolsonaro.

“O mote e os eixos do 1º de Maio deste ano fazem uma importante referência ao engajamento da classe trabalhadora que, mesmo diante da maior crise sanitária do século, tem demonstrado compromisso com a luta em defesa da vida e resistido aos ataques dos governos federal, estadual e municipais aos direitos, aos serviços públicos e aos servidores, além de reforçar as ações de solidariedade e o movimento pelo fim do governo de Jair Bolsonaro”, afirma o presidente da CUT-SP, Douglas Izzo.

De acordo com o dirigente, o governo desdenhou desde a pandemia a crise vivida no país. “Esta doença já levou à morte mais de 325 mil pessoas, frente a um governo que não garante vacina e renda para nossa população, que sofre hoje com a falta de leitos, com a carestia dos alimentos, do gás de cozinha e a volta da fome e da miséria, por falta de políticas públicas e ações de governo”, completa o presidente.

Os shows virtuais serão transmitidos todas as sextas-feiras do mês de abril, na página do Facebook (@saopauloCUT) e no canal do Youtube da CUT-SP (@CUTSP1), sempre a partir das 19h, com apresentação de Izzo e Carlos Fábio, o Índio, secretário de Cultura da Central. Nos intervalos, entre uma atração e outra, haverá exibição de vídeos institucionais com intervenções de presidentes de sindicatos filiados à CUT paulista.

1º de Maio de Resistência, Luta e Solidariedade

As atividades do Dia do Trabalhador e da Trabalhadora contarão com um ato político unificado, construído com outras centrais sindicais, as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, entre outras entidades e movimentos que não integram as frentes, mas compõem a luta.

A programação inclui também a organização e a mobilização de faixaços e carreatas descentralizadas na manhã do dia 1º de maio, tanto na capital como nas cidades do litoral e interior paulista.

A direção da CUT São Paulo organiza ainda um seminário internacional na primeira semana de maio em parceira com a CGIL Lombardia, central sindical italiana com quem mantém um convênio de cooperação.

Solidariedade

Mais uma vez, a CUT São Paulo orienta suas subsedes, sindicatos e ramos filiados a promoverem ou se engajarem em ações de solidariedade para arrecadação de alimentos não perecíveis a serem entregues a entidades que desenvolvem trabalhos sociais na capital e nas cidades da grande São Paulo, litoral ou interior ao final das carreatas do dia 1º de Maio.

O objetivo é que as entidades organizem a distribuição às famílias em situação de vulnerabilidade social de cada região.

“Este 1º de Maio será mais uma oportunidade para a classe trabalhadora, as centrais sindicais e a militância dos movimentos populares reforçarem a importância da solidariedade com as famílias que mais precisam de ajuda neste momento, pois todos sabemos que a fome não espera”, conclui o presidente da CUT-SP, Douglas Izzo.

Confira a programação das Sextas Culturais

 

09/04
SAMBA DELAS:
Grupo Pura Raça , Anninha Barros
 
16/04
MPB DELAS:
Dolores Bah, Gisele Souza e Andreia Preta

23/04
FUNK SAMBA:
MC Tikinho DZL e convidados: DJ Oreia e Samba Terreiro de Yayá

 30/04
AMIGOS DO RAP:
Bizika, Pirulex e Dr. Sinistro

Sempre às 19h

Acompanhe no Facebook (@saopauloCUT) e no Youtube (@CUTSP1)