MENU

Servidores do magistério protestam com “cortejo fúnebre” pelas ruas de Prudente

Publicado: 23 Fevereiro, 2022 - 13h30 | Última modificação: 23 Fevereiro, 2022 - 13h36

Escrito por: Sintrapp

Divulgação Sintrapp
notice

Depois de realizada a assembleia da última segunda-feira (21), as servidoras e servidores do quadro do magistério de Presidente Prudente (SP) fizeram uma manifestação em forma de cortejo fúnebre em alusão à “morte” da Lei Nacional do Piso do Magistério.

As trabalhadoras e trabalhadores saíram da sede do Sintrapp, Sindicato dos Servidores, em caminhada, segurando velas, cartazes e cruzes. À frente do movimento, um caixão para a Lei do Piso, que segue sem proposta da administração para que seja cumprida.

“Professor na rua, Ed Thomas a culpa é sua!” era uma das palavras de ordem ditas incansavelmente no microfone, em referência ao prefeito da cidade.

A carta à população, que busca informar a população sobre a luta das servidoras e servidores do magistério, também foi lida por diversas vezes e ecoava pelas ruas do centro da cidade. Por onde passou, o movimento chamou a atenção de comerciantes e moradores.

O cortejo seguiu em direção à câmara, onde foi finalizado o ato. A presidenta do Sintrapp, Luciana Telles, utilizou o microfone do plenário da casa de leis, durante a sessão, e solicitou apoio das vereadoras e vereadores no sentido de garantir que a Lei seja cumprida e de que as servidoras e servidores tenham seus direitos respeitados.

Cabe ainda destacar que o Governo Federal envia a verba integral para o pagamento das servidoras e servidores do magistério (que são vinculados ao Fundeb) e que, se não for utilizada, a verba deve ser devolvida. 

Notícia publicada no site do Sintrapp