MENU

Santo André recebe feira literária nos dias 25 e 26 de novembro

Ação é construída por sindicatos com atuação no ABC paulista e editora Coopacesso

Publicado: 11 Novembro, 2022 - 19h44

Escrito por: Vanessa Ramos - CUT São Paulo

Divulgação
notice

A 5º edição da Feira Literária de Santo André (Felisa) ocorrerá nos dias 25 e 26 de novembro. O evento será presencial em 2022, ao contrário das últimas duas edições realizadas no formato virtual, em razão da pandemia de covid-19.

A feira é uma ação do Sindicato dos Bancários do ABC em parceria com o Sindicato dos Professores de Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul (Sinpro ABC) e a editora Coopacesso, de apoio à produção e divulgação literária.

Com uma programação multicultural, o evento contará com diversas atrações, incluindo rodas de conversa, exposição e lançamento de livros, saraus, contação de histórias, entre outras atividades, na sede social do Sindicato dos Bancários do ABC, à Rua Xavier de Toledo, 268, no centro de Santo André.

Neste ano, a escritora Matilde Ribeiro, ex-ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), será a grande homenageada da Felisa.

A abertura do evento será com Matilde, no dia 25, sexta-feira, às 19h, com a realização da roda de conversa “Escritos da vida, escritos da Luta!”

No dia 26, sábado, as atividades ocorrem durante todo o dia, até às 18h, com mesas abarcando uma variedade de estilos literários.

A primeira agenda do dia inicia às 10h, com a roda de conversa “Diversidade na Literatura”, que contará com a participação da escritora, cantora e atriz Alcidéia Miguel; do professor, escritor, pesquisador e doutorando na Universidade de São Paulo (USP), Raimundo Nonato da Silva Filho; e da cacica do povo Pataxó Hã Hã Hãe, etnia Kariri-Sapuyá, Jaqueline Haywã. A mediação será feita pela secretária de Combate ao Racismo da CUT-SP, Rosana Aparecida da Silva.

Secretária de Formação do Sindicato dos Bancários do ABC, Inez Galardinovic destaca que a feira literária representa um espaço de trocas de conhecimento e de divulgação da cultura de diferentes grupos.

“A arte, em toda sua amplitude, nos permite falar de assuntos complexos por meio das subjetividades, abordando questões que vão para além da racionalidade. A poesia se completa quando há a conexão entre o leitor e a arte. Vale lembrar que a feira ocorre em ano de bicentenário da independência e nos 100 anos da Semana de Arte Moderna, um momento propício para se pensar sobre temas como o acesso à educação e a democratização da cultura”, afirma.

Para a professora Edilene Arjoni, presidenta do Sinpro ABC, é perceptível o crescimento do evento a cada ano na região do ABC.

“Disseminar a literatura é espalhar cultura e fortalecer as nossas raízes. Nossa diretoria se orgulha em fazer parte disso. Estaremos sempre do lado da palavra que edifica, instrui e constrói saberes”, ressalta.

Felisa Poética

Em 2022, o evento também promove mais um concurso da Felisa Poética, iniciativa que começou a partir da segunda edição da feira.

O concurso envolve a premiação de um poema. O vencedor ou vencedora ganhará a publicação de uma obra exclusiva, a ser lançada na Felisa 2023. As inscrições para participar ocorreram entre agosto e setembro. Todos os poemas inscritos irão compor uma coletânea.

A Felisa tem entrada gratuita e não requer inscrição prévia. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4993-8299 ou no site do Sindicato dos Bancários (acesse aqui). Também é possível acompanhar as atualizações da programação na página da Felisa no Facebook (clique aqui)