MENU

Profissionais de Saúde de Santo André ocupam o Paço Municipal

Trabalhadores fizeram ato em repúdio ao não pagamento do dissídio da Fundação do ABC

Publicado: 19 Fevereiro, 2024 - 17h50

Escrito por: SindSaúde ABC

notice

A direção do SindSaúde ABC e um grupo de profissionais da Saúde da Fundação do ABC em Santo André realizaram uma manifestação no Paço Municipal no fim da tarde e início da noite da última sexta-feira (16) em repúdio ao não pagamento do dissídio devido aos trabalhadores.

No início do protesto, o presidente da Câmara de Santo André, vereador Carlos Ferreira, se utilizando do cargo para reprimir os manifestantes, não autorizou que o sindicato utilizasse o carro de som para denunciar à sociedade o que o prefeito Paulo Serra vem fazendo com os profissionais da Saúde.

Mesmo diante das adversidades, a diretoria do SindSaúde ABC manteve o ato e não deixou de usar o carro de som – mesmo com a insistência da Guarda Civil Municipal que solicitava de forma respeitosa que o carro fosse retirado do local. O carro de som só saiu do Paço Municipal quando os manifestantes saíram em passeata pelo centro de Santo André.

O presidente do sindicato, Almir Mizito, explicou que “já estava na programação da diretoria fazer a passeata”. E comentou que a manifestação só saiu do Paço Municipal porque “o cronograma realmente era esse e não porque o presidente da Câmara tentou impedir”.

“É bom deixar bem claro a deliberação aprovada que, toda vez que a gente achar necessário, vamos fazer manifestação. Principalmente nos dias de pagamento dos profissionais da Saúde em que a Fundação não cumprir com o dissídio dos trabalhadores”, disse.

Mizito agradeceu todos os trabalhadores que estiveram presentes e comentou que a tendência daqui para frente é aumentar a quantidade de pessoas no movimento. “A nossa luta não acaba aqui hoje, ela continua firme. Os trabalhadores que participaram desta manifestação estão de parabéns”, finalizou.