MENU

Nota de pesar da CUT-SP: Emanoel Araújo, presente!

Central paulista lamenta o falecimento e solidariza-se com a família e amigos

Publicado: 08 Setembro, 2022 - 17h32 | Última modificação: 08 Setembro, 2022 - 17h44

Escrito por: CUT São Paulo

Maria Dias/CUT-SP
notice
É com pesar que a Direção da CUT-SP recebeu a informação da morte de Emanoel Araújo, aos 81 anos, nessa quarta-feira, 7 de setembro.  
 
O escultor, artista plástico, fundador e atual curador do Museu Afro Brasil foi encontrado morto em sua casa, no bairro da Bela Vista, na capital paulista. 
 
Emanoel foi fundamental para a cultura negra de nosso país. Nascido no Recôncavo Baiano, ocupou a cadeira de diretor da Pinacoteca entre os anos de 1992 e 2001. 
 
Deu enorme contribuição para o movimento negro em diferentes aspectos. A criação do Museu Afro é referência nesse sentido, um espaço onde fez uma grande doação de obras de seu acervo pessoal. 
 
Os negros e negras perdem em 2022 o seu "Griô", ícone de uma luta de resistência em nosso país.
 
Pela sua importância, o governo de São Paulo decretou luto oficial de três dias no estado.
 
Nesse momento de dor, os nossos mais sinceros sentimentos a todos os familiares e amigos.

Direção da CUT-SP
08 de setembro de 2022