MENU

Nota de pesar da CUT São Paulo: Luci Paulino, presente!

Publicado: 14 Março, 2021 - 14h22 | Última modificação: 14 Março, 2021 - 14h39

Escrito por: CUT São Paulo

Divulgação/TVT
notice

A CUT São Paulo vem a público manifestar o seu pesar com a morte da metalúrgica Luci Paulino Aguiar, na madrugada deste domingo (14), aos 60 anos, vítima da Covid-19.

Luci é daquelas mulheres que jamais serão esquecidas, foi pilar fundamental na construção da luta das trabalhadoras. Seu exemplo ficará marcado em nossas ações e em nossos corações.

Ela atuou no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde foi a primeira mulher no cargo de direção, na Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM) e na CUT Nacional. Sua participação foi fundamental para refletir sobre a realidade das trabalhadoras, organizar as mulheres metalúrgicas e implementar políticas específicas por direitos essenciais. 

Na CUT, ela coordenou entre 1994 a 1997 a Comissão Nacional sobre a Mulher Trabalhadora.

Em suas próprias palavras, em uma entrevista à Central, ela relata o quanto era difícil, em sua época como coordenadora, discutir questões como creche e maternidade. As mulheres também não tinham espaço, segundo ela, de debater cargos na direção executiva, enfrentamentos cotidianos às trabalhadoras. 

Clique aqui para ver entrevista com Luci Paulino na TVT

Ela também atuou no governo federal quando Lula era presidente e no governo de Carlos Grana, em Santo André, no ABC paulista.

Em uma solenidade em 2009, quando foi homenageada pela CNM, ocasião em que era assessora da secretaria-geral da presidência da República, emocionada, ela disse:

"Nós ajudamos a transformar a história deste País e o nosso ramo teve uma grande contribuição. Tenho muito orgulho em dizer que as sementes deste processo eu ajudei a plantar e a construir", afirmou.

Certamente, Luci ajudou a construir esta importante luta. Neste momento de dor, lamentamos sua morte e nos solidarizamos com amigos e familiares.

Luci nos deixa um legado que jamais esqueceremos! Sua determinação na luta pela igualdade entre mulheres e homens, sua garra e força estão presentes em nós e jamais deixaremos que isso se apague!

Luci Paulino, presente!
São Paulo, 14 de março de 2021
Direção da CUT São Paulo