MENU

Mobilização na fábrica Incomisa conquista reajuste salarial e abono

Após comunicado de greve, proposta chegou em 10,50% de reajuste e abono de R$ 500

Publicado: 19 Outubro, 2021 - 12h27 | Última modificação: 19 Outubro, 2021 - 12h29

Escrito por: Guilherme Moura - Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba

Guilherme Moura/Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba
notice

Os trabalhadores da fábrica Incomisa, em Pindamonhangaba, conquistaram uma nova proposta da empresa para a Campanha Salarial 2021.

Eles terão o reajuste de 10,50%, que chega a ser maior que a inflação do período, calculada em 10,42%, retroativo à data-base, e também um abono salarial que será pago no dia 5 de novembro.

Dez dias atrás, os trabalhadores fizeram uma paralisação na fábrica e chegaram a aprovar a entrega de um comunicado de greve. A empresa não aceitava pagar nada além de 5%, menos da metade da inflação.

Para o dirigente sindical Nilton Roberto – Rivelino, sem a mobilização dos trabalhadores, não haveria avanço na negociação.

“A fábrica teve produção cheia o ano todo, maior do que ano passado, novos contratos e boa demanda. Mesmo assim a direção da empresa insistia que está em crise. Quem conseguiu vencer esse choro do patrão foi o trabalhador unido com seu sindicato. Parabéns a todos os trabalhadores pela unidade”, disse.

A Incomisa fica no distrito do Feital e emprega cerca de 250 trabalhadores na fabricação de estruturas metálicas.