MENU

Layoff na Volks negociado com Sindicato preserva empregos

Publicado: 19 Outubro, 2021 - 11h38 | Última modificação: 19 Outubro, 2021 - 11h45

Escrito por: Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Adonis Guerra/SMABC
notice

A partir de novembro 1.500 trabalhadores na Volks terão seus contratos suspensos, pelo período de até cinco meses no sistema de layoff, devido à falta de componentes eletrônicos. Com a medida, negociada com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a planta da Anchieta passará a funcionar com apenas um único turno.

A iniciativa preservará esses postos de trabalho no momento de crise dos semicondutores, explicou o coordenador geral da representação na montadora, José Roberto Nogueira da Silva, o Bigodinho.

“A falta dos componentes eletrônicos, além de outras peças do setor automotivo, tornou necessária a utilização do layoff. É fundamental ter essa ferramenta para atravessar períodos de crises como a que estamos vivendo”, destacou.

Falta de investimentos

Segundo o dirigente, a situação se agrava com a falta de investimentos em diversas áreas.

“Temos que ficar atentos e discutir a necessidade de implementação de políticas públicas em todos os setores, muitos deles extremamente sucateados. Atualmente não temos uma política de desenvolvimento da indústria no setor naval, na linha branca, nos eletrônicos, entre outras. E o setor automotivo, que faz parte dessa cadeia produtiva, vem sofrendo por falta de peças”.

Expectativa

“Esperamos que logo a produção seja retomada, e a fábrica volte a funcionar normalmente, para que os trabalhadores possam ter tranquilidade. Mas neste momento estamos usando o layoff para evitar uma demissão em massa, sem isso muitos trabalhadores poderiam perder seus empregos”, concluiu.