• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

Grito dos Excluídos em São Paulo será marcado por ato no Vale do Anhangabaú

Movimentos sociais contrários ao governo Bolsonaro irão às ruas dia 7 de setembro

Publicado: 30 Agosto, 2021 - 18h55 | Última modificação: 03 Setembro, 2021 - 17h53

Escrito por: Vanessa Ramos - CUT São Paulo

Elineudo Meira / @fotografia.75/Fotos Públicas
notice

Com o tema ‘Vida em Primeiro Lugar’, a 27ª edição do Grito dos Excluídos e Excluídas em 2021 traz como mote a luta por participação popular, saúde, comida, moradia, trabalho e renda.

Protestos estão agendados por todo país no dia 7 de setembro, com a participação de entidades sindicais, como a CUT, e movimentos populares. Na cidade de São Paulo, a mobilização será pela primeira vez no Vale do Anhangabaú, no centro da capital, a partir das 14h.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), dificultou o protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL) na capital, mas o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) proibiu o governo de barrar os movimentos sociais.

A decisão proferida no dia 27 de agosto, pelo juiz Rodolfo Ferraz de Campos, da 14ª Vara da Fazenda Pública, ocorreu um dia depois de o governador anunciar veto pela Secretaria Estadual de Segurança Pública à mobilização. Nesta segunda-feira (30), o mesmo juiz assegurou novamente a realização dos atos.

“Bolsonaro e Doria são farinha do mesmo saco. O nosso protesto será por democracia, por todas as mortes ocorridas que poderiam ser evitadas por este governo genocida que ajudou a propagar a covid-19 com sua maneira de fazer política, contra a retirada de direitos no Brasil e em São Paulo e pela liberdade de manifestação que, inclusive, é constitucional”, afirma o presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo.

Em nota, a coordenação nacional do Grito dos Excluídos e Excluídas fala sobre os motivos que levam os movimentos às ruas em 2021.

“Estamos vivendo um momento de crises – social, ambiental, sanitária, humanitária, política e econômica - sobretudo causadas pela ação nefasta de um governo genocida, negacionista e promotor do caos que visa principalmente destruir, de qualquer forma, a democracia e a soberania do nosso país”.

De acordo com os organizadores do Grito, em razão da pandemia de covid-19, os atos seguirão os protocolos sanitários de distanciamento social, uso de máscaras e álcool em gel.

Confira outros protestos no estado de SP no dia 7 de setembro:

> Águas de Lindóia: ato às 9h30, na Praça Valdir Gomes de Moraes
> Araraquara: ato na Praça da Santa Cruz, às 10h
> Bragança Paulista: Praça Raul Leme-Centro | 10h
> Cananéia: ato às 14h30, na Praça Martim Afonso de Souza 
>Campinas: Largo do Rosário | 9h
> Catanduva: Rua Maranguape esquina com João Chimelo, Flamingo | 9h
> Cubatão: Paróquia Nossa Senhora da Lapa | 10h30
> Fernandópolis: Praça da Matriz | 11h
> Guarujá: Praça Horácio Laifer Jd. Tejereba | 9h30
> Ilha Bela: caminhada Praça da Mangueira | 15h
> Indaiatuba: Ário Barnabé praça do lago em frente a Guarda municipal | 15h
> Itanhaém: Paróquia Matriz Santana de Itanhaém | 12h
> Jaguariúna - Centro Cultural | 10h
> Jaú - Carreata Beco em frente ao Poupa Tempo) | 9h30
> Jundiaí: ato na Praça do Coreto da Matriz (Praça Floriano Peixoto | 14h30
>Limeira: ato na Praça Toledo Barros | 9h30
>Marília: Bicicletada - Praça da Emdurb | 16h
              Ato na Praça Saturnino de Brito (em frente à Prefeitura) | 17h
>Mogi das Cruzes: Caminhada Largo do Rosário | 10h30
>Peruíbe: Paróquia São João Batista (Ato Unificado Baixada Santista) | 12h30
>Piracicaba: Praça José Bonifácio, escadaria da Catedral | 8h
>Praia Grande: Paróquia Santo Antônio (Ato Unificado Baixada Santista) | 10h30
> Ribeirão Preto: ato às 9h, na Praça 7 de setembro, à Rua Sete de Setembro, 579, no Centro. 
> Santos: ato às 15h, na Praça das Bandeiras, na Avenida Vicente de Carvalho, s/n, no bairro Gonzaga. 
> São Carlos: ato na Praça do Mercadão | 10h
> São Vicente: ato na Praça Barão do Rio Branco  | 8h30
> São José do Rio Preto: ato às 9h30, em frente ao Cras do Pinheirinho, na esquina da Rua Beatriz da Conceição com a Rua Dr. José J. Gonçalves;
> Socorro: ato às 15h, com concentração em frente à Prefeitura de Socorro, à Avenida José Maria de Faria, 71
> Sorocaba: ato no Parque das Águas, Jd. Abaeté | 15h
> Várzea Paulista: ato na Av. Bertioga em frente ao BOA | 9h30