MENU

Documentário "O Povo Pode?” estreia em SP nesta quarta (4)

Produção, que mostra transformação social no Nordeste durante os governos Lula, será exibida ao público na região central; É preciso se inscrever para garantir a entrada

Publicado: 03 Maio, 2022 - 16h23 | Última modificação: 03 Maio, 2022 - 16h30

Escrito por: Rafael Silva - CUT São Paulo

Reprodução
notice

A primeira exibição do documentário "O Povo Pode? - Um País Pelo Olhar de Brasileiros” será nesta quarta-feira, 4 de maio, na Alameda Eduardo Prado, 460, em frente ao Armazém do Campo, no bairro Campos Elíseos, em São Paulo.

A sessão será aberta ao público, mas é preciso ter o nome na lista, que deve ser solicitado pelo e-mail opovopodefilme@gmail.com.

Após o lançamento, a proposta é que novas sessões ocorram em sindicatos, universidades, movimentos populares, associações, cineclubes, praças e espaços públicos.

“A Secretaria de Cultura da CUT-SP tem o imenso prazer de colaborar na repercussão desse documentário, que mostra um paralelo da situação do povo brasileiro em momentos de oportunidades e, agora, de carestia, com dificuldades de sobrevivência. As entrevistas reforçam o quanto é necessário estarmos empenhados para mudar essa realidade nas eleições de outubro, tirando Bolsonaro do poder”, afirma o secretário da pasta, Carlos Fábio, o Índio.

O filme é dirigido por Max Alvim e tem co-produção da TV dos Trabalhadores (TVT), Instituto Alvorada Brasil e Canal i Produções. O longa retrata a história de quatro nordestinos, João, Vani, Aurieta e Izaltina, que mostram como suas vidas foram transformadas no período em que Lula foi presidente e o Nordeste deixou de ser um território invisível, passando a receber investimentos em todas as áreas junto à ascensão econômica e social da população.

Com o objetivo de estimular o público a promover o debate em torno da justiça social e da luta por direitos, o documentário apresenta, ao longo das duas horas de duração, um Brasil de oportunidades, mas que só ocorre com vontade política e por meio de governos democráticos e populares.

Gravado no período de 2017 a 2021, o filme resgata conquistas e, posteriormente, os desmanches de políticas importantes construídas pelos governos petistas de Lula e de Dilma Rousseff. Desde o golpe de 2016, com Michel Temer (MDB) e Jair Bolsonaro (PL) sucedendo a Presidência da República, o país mergulhou nos piores índices sociais, com a volta da fome, aumento do desemprego, despejos e violência.

Confira o trailer:

Com informações de Walber Pinto, da CUT Brasil