MENU

Diadema lança Vale Transporte com gratuidade para desempregados

Publicado: 22 Setembro, 2022 - 11h19 | Última modificação: 22 Setembro, 2022 - 11h24

Escrito por: Sindicato dos Químicos do ABC

IGOR ANDRADE COTRIM/PMD
notice

A Prefeitura de Diadema lançou nesta segunda-feira (19) o Vale Transporte Social, para facilitar o deslocamento pela cidade na busca por emprego. 

O novo cartão de transporte dará direito a 20 passagens de ônibus gratuitas por mês, durante três meses a 2 mil pessoas que estão desempregadas ou cadastradas no Cadastro Único, que reúne famílias em situação de vulnerabilidade e pessoas que vivem em situação de rua no município. 

Após esses primeiros três meses, outras 2 mil receberão o cartão na próxima fase do programa. 

Os beneficiários foram selecionados pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e de Assistência Social e Cidadania. 

Sindicatos aplaudem a iniciativa 

A iniciativa foi muito aplaudida por representantes de sindicatos e trabalhadores. 

O presidente do Sindicato dos Químicos do ABC, Raimundo Suzart, prestigiou o lançamento, ao lado de representantes sindicais dos metalúrgicos e das centrais sindicais CUT e CTB, que saudaram a iniciativa: “Diadema está atendendo a reivindicações históricas dos trabalhadores”. 

A CUT elogiou a ‘rara parceria’ do prefeito com o movimento sindical: “Quem dera que todos os prefeitos do Brasil agissem assim.” 

Segundo a central sindical, hoje, no país, são 20 milhões de trabalhadores que andavam de ônibus e agora andam a pé porque não conseguem pagar o preço da passagem. 

“E o Bolsonaro libera bilhões de reais às empresas de ônibus em vez de investir no cidadão. Programas como esse vão levar parte dessas 20 milhões de pessoas de volta aos ônibus, que vai fazer com que as empresas comprem mais ônibus, ajudando assim até mesmo a fábrica da Volks, aqui no ABCD, que está ameaçando demitir funcionários por falta de encomendas de ônibus e caminhões. Ou seja, é uma geração de empregos muito grande aqui para a nossa região”, pontuou o presidente da entidade, Sérgio Nobre. 

Imigrante haitiano foi o primeiro a receber o cartão 

Andrée Rose Sidrac, uma imigrante do Haiti que vive em Diadema há dois anos, foi a primeira pessoa a receber o novo cartão do Vale Transporte Social. “Eu estou sem renda atualmente. Estou buscando um emprego em lavanderia e vou usar esse cartão para ir a entrevistas. Vai me ajudar muito.” 

“Pessoas que estão desempregadas, se tiverem mobilidade, têm uma chance a mais de se colocar, de buscar um emprego e de reconstruir a sua vida,” concluiu o prefeito José de Filippi Jr. “É isso que queremos.” 

Com informações do portal Diadema