MENU

CUT-SP lamenta a morte do cantor cubano Pablo Milanés

Publicado: 22 Novembro, 2022 - 18h16 | Última modificação: 22 Novembro, 2022 - 18h23

Escrito por: CUT São Paulo

Divulgação Pablo Milanés/Facebook
notice

Foi com pesar que a Direção da CUT-SP recebeu a notícia da morte do cantor e compositor cubano Pablo Milanés, aos 79 anos, nesta terça-feira, 22.

O artista estava em Madri, na Espanha, e estava em tratamento contra os efeitos de “uma série de infecções recorrentes que nos últimos três meses afetaram seu estado de saúde”, segundo publicação recente feita em sua conta no Instagram.

Pablo ficou conhecido por inúmeras canções como “Yolanda” e “Yo no te pido”, que também foram interpretadas por grandes nomes da música mundial.

Nascido em 1943 em Bayamo, no leste de Cuba, Pablo foi com seus pais para Havana, onde estudou música ainda criança. Começou a se destacar após participar de programas de televisão na década de 1950.

No Twitter, o presidente cubano Miguel Díaz-Canel lamentou a morte do cantor. “Pablo morreu, lemos ao acordar nesta terça-feira na Rússia e a dor vem com a notícia. Um dos nossos maiores músicos desaparece fisicamente. Voz inseparável da trilha sonora da nossa geração. Minhas condolências a sua viúva e filhos, a Cuba”, escreveu.

Neste momento de luto, a CUT-SP se solidariza aos familiares, amigos e fãs. Pablo Milanés, presente!

Direção da CUT São Paulo
São Paulo, 22 de novembro de 2022