• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

CUT-SP e centrais sindicais discutem participação no Conselho Estadual do Trabalho

Em reunião na manhã de terça (31), dirigentes falaram também sobre a agenda de lutas e a mobilização para os atos de 7 de setembro

Publicado: 31 Agosto, 2021 - 17h19 | Última modificação: 31 Agosto, 2021 - 18h46

Escrito por: CUT São Paulo*

Reprodução
notice

Na manhã desta terça-feira (31), dirigentes da CUT-SP, CTB-SP, Força Sindical, NCST e UGT-SP se reuniram presencialmente respeitando todos os protocolos que o momento exige para discutir a participação da centrais sindicais paulistas no Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda (CETER-SP). 

Ao avaliar o cenário econômico do estado, todos destacaram a importância da unidade entre as centrais para enfrentar os desafios do próximo período. Na próxima semana os representantes das centrais voltam a se reunir, mas por videoconferência, para aprofundar o debate sobre a participação no CETER-SP. 

Além desse tema, os dirigentes ainda falaram sobre a mobilização das bases para o ato do Grito dos Excluídos e das Excluídas e pelo Fora Bolsonaro do dia 7 de setembro, convocada para as 14h, no Vale Anhangabaú, na capital e também em outras cidades e regiões do estado de SP. 

“Precisamos fazer uma grande mobilização em nossas bases para levar ao Anhangabaú um bom número de pessoas, mas não podemos deixar de orientar a todos e todos sobre a importância de cumprir as medidas sanitárias, reforçando o uso obrigatório de máscaras, álcool em gel e distanciamento social, além de manter a tranquilidade e, em momento algum, aceitar provocações de bolsonaristas, pois nossa principal arma não é um fuzil, mas nosso grito em defesa de direitos, inclusive de comprar feijão para se alimentar”, comentou o professor Douglas Izzo, presidente da CUT-SP. 

Além de Izzo, também representaram a CUT-SP da reunião os companheiros Daniel Calazans (secretário-geral) e Wagner Menezes, o Marron (secretário de Relações do Trabalho).

*Colaboração de Alexandre Trindade