MENU

Contra o despejo da ONG Meninos e Meninas de Rua em São Bernardo

Central é contrária às medidas adotadas pelo prefeito Orlando Morando (PSDB)

Publicado: 20 Outubro, 2021 - 19h25 | Última modificação: 20 Outubro, 2021 - 19h48

Escrito por: CUT São Paulo

CUT São Paulo
notice

A CUT-SP vem a público se manifestar contra o despejo da ONG Meninos e Meninas de Rua, localizada na rua Jurubatuba, no centro de São Bernardo do Campo, no ABC paulista. E também convidar a população a se somar no abaixo-assinado disponível na internet (clique aqui).

A ONG atua há quase quatro décadas na região, na luta pelo direito de crianças e de adolescentes, com importante atuação na implementação do Estatuto da Criança e dos Adolescentes (ECA).

Congrega importantes ações em sua trajetória, como é o caso do Bloco Eureca que, desde 1992, reúne no carnaval 7.500 crianças e adolescentes nas ruas para demarcar o protagonismo infanto-juvenil.

Durante a pandemia, tem dado assistência, em parceria com outras entidades, como sindicatos ligados à CUT e movimentos sociais, a 350 famílias pobres.

O prefeito Orlando Morando (PSDB), porém, decidiu por desalojar o projeto no local. Desde 2020, a ONG vem recebendo notificações de despejo. A última ocorreu no dia 1º de outubro, em plena pandemia.

É diante de todo um trabalho que atende pessoas em situação de vulnerabilidade que a CUT São Paulo se coloca contra o despejo, bem como cobra do prefeito local diálogo com a ONG e entidades parceiras.

O que está acontecendo neste momento é um ataque brutal aos direitos humanos.

Direção da CUT-SP

São Paulo, 20 de outubro de 2021.