• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

CNTTL repudia ação violenta da PM contra greve dos caminhoneiros no Porto de Santos

É preciso que todas as forças progressistas e democráticas deste país defendam o direito de greve dos petroleiros e caminhoneiros que estão em luta

Publicado: 18 Fevereiro, 2020 - 11h30 | Última modificação: 18 Fevereiro, 2020 - 11h34

Escrito por: Viviane Barbosa - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística

reprodução
notice

A CNTTL (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística) repudia a ação violenta policial que reprimiu caminhoneiros na manhã desta segunda-feira (17) no Porto de Santos, localizado na região da Baixada Santista, no estado de São Paulo.

Na ação truculenta, o presidente do Sindicato dos transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira (Sindicam), Alexsandro Viviani, o Italiano, foi detido. (vídeo)

O Sindicato e os trabalhadores estão pacificamente protestando e faziam o trabalho de convencimento para que os colegas de trabalho aderissem à paralisação que reivindica a aprovação da constitucionalidade do Piso Mínimo de Frete pelo (STF) Supremo Tribunal Federal.

É preciso que todas as forças progressistas e democráticas deste país defendam o direito de greve dos petroleiros e caminhoneiros que estão em luta.

Petroleiros e caminhoneiros estão juntos na luta por preço justo para o gás de cozinha e combustíveis. Se a luta dessas duas categorias importantes da classe trabalhador for vitoriosa, toda a população sai ganhando!