• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

Campanha Salarial 2020: Saiba sobre as negociações do setor da construção e montagem

Presidente do SintraMog, Josemar Bernardes, lembra que no estado de São Paulo a campanha do setor é unificada

Publicado: 16 Junho, 2020 - 10h25 | Última modificação: 17 Junho, 2020 - 12h07

Escrito por: João Andrade - SintraMog

Reprodução
notice

As negociações da Campanha Salarial desse ano do setor da construção e montagem industrial, previstas para o mês de maio, foram retomadas nesse mês de junho. O atraso foi justificado pela pandemia do novo coronavírus, contudo, a retomada só ocorreu após cobrança dos representantes dos trabalhadores. A pauta de reivindicações foi protocolada no Sinduscon (entidade que representa as empresas) em fevereiro desse ano.

Após a retomada das negociações, os patrões apresentaram uma contraproposta na qual os reajustes salariais seriam adiados para setembro. Para o presidente do SintraMog (Sindicato dos Trabalhadores nas Indútrias da Construção Civil e do Mobiliário de Mogi das Cruzes, Suzano e Região), Josemar Bernardes, e também para os representantes dos demais sindicatos, a proposta é inviável.

Dessa forma, os sindicatos reafirmaram não abrir mão ao reajuste salarial retroativo ao mês de maio. Além disso, as entidades unificaram a proposta de substituição da refeição no local de trabalho pelo vale alimentação. “Muitas empresas estão fornecendo alimentação de baixa qualidade e a forma de combater essa prática é o vale alimentação que possibilita que cada trabalhador compre alimentos nos supermercados o que também ajuda no orçamento doméstico, fator que fará diferença no atual cenário econômico”, explicou Josemar.

No Estado de São Paulo, a Campanha Salarial do setor da construção e montagem industrial é unificada.

Assista VÍDEO em que o presidente do SintraMog explica o andamento das negociações.