• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

Bancário assume coordenação da subsede da CUT-SP no ABC

Otoni Pedro de Lima foi indicado para a função em plenária nesta terça, 22 de junho

Publicado: 22 Junho, 2021 - 13h52 | Última modificação: 22 Junho, 2021 - 13h54

Escrito por: Rafael Silva - CUT São Paulo

Dino Santos/Bancários do ABC/Arquivo
notice

Em plenária virtual realizada com lideranças sindicais do ABC Paulista na manhã desta terça-feira, 22 de junho, o bancário Otoni Pedro de Lima foi indicado como o novo coordenador da subsede da CUT-SP na região.

Graduado em Direito, Otoni é funcionário do Banco do Brasil em Santo André e compõe a direção do Sindicato dos Bancários do ABC. Na gestão atual, está como secretário de Comunicação da entidade.

As subsedes funcionam como espaços de representação da CUT-SP divididas por regiões, que contemplam a capital, Grande São Paulo, litoral e interior, de forma a garantir a aproximação da entidade com os sindicatos, movimentos sociais e os trabalhadores em todo o estado. Os coordenadores têm a missão de facilitar essa aproximação, representar a CUT em atividades, assegurando a política da entidade, e colaborar na construção de atos e ações no local.

O novo coordenador assume a função já nesta terça, em substituição ao químico Milton Nunes de Brito, o Tijolinho, que deixa o cargo para assumir outro projeto fora da CUT-SP.

“Faço essa transição num momento bem grave pelo qual passa o país, seja por questões sanitárias, pelo desemprego, ou os ataques aos direitos. Mas é um momento em que nós, trabalhadores e trabalhadoras, estamos nos fortalecendo a cada dia para esses enfrentamentos, e nossos atos recentes têm demonstrado essa capacidade de luta”, afirma Otoni.

Foto: Dino Santos/Bancários do ABC/ArquivoFoto: Dino Santos/Bancários do ABC/Arquivo

O ABC Paulista, região da Grande São Paulo formada por sete cidades (Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul), é considerada um dos berços do movimento sindical e da luta contra a ditadura no país. O local concentra fábricas onde ocorreram greves e importantes mobilizações da luta operária, bem como possibilitou o surgimento de lideranças populares, como o ex-presidente Lula.

“Espero que nesse próximo período à frente da subsede ABC, eu possa representar com dignidade esses trabalhadores do ABC, região tão importante para a história da luta da classe trabalhadora no Brasil”, finaliza o dirigente.