• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

Ato pela reabertura do Hospital Sorocabana, na Lapa, será nesta sexta (22)

Ato organizado por moradores, ativistas, movimentos populares, associações e sindicatos se unem e realizam manifestação pública para exigir que o único hospital público da região da Lapa volte a funcionar

Publicado: 21 Maio, 2020 - 17h16 | Última modificação: 21 Maio, 2020 - 21h09

Escrito por: Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo, com edição da CUT São Paulo

Reprodução
notice

O Hospital Sorocabana, localizado próximo ao Mercado da Lapa, tem potencial para abrigar mais de 150 leitos que atenderiam pacientes da Covid-19 e continuariam em atividade após a pandemia.

Fechado desde 2010, o hospital atualmente abriga apenas uma unidade de Assistência Médica Ambulatorial (AMA) e uma da Rede Hora Certa, em dois de seus sete andares. Antes de ser fechado, chegou a realizar mais de 20 mil atendimentos mensais.

Por isso, moradores da região estão se unindo pela reabertura do Hospital Sorocabana. Uma campanha em curso já está nas redes sociais, com vídeos de artistas, políticos e personalidades. Nesta sexta (22) haverá um ato no local, a partir das 14h, respeitando, contudo, o distanciamento social e uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). 

O Hospital Sorocabana foi criado no ano de 1955 por uma associação de trabalhadores ferroviários

Com o fim da ditadura militar, a promulgação da Constituição de 1988 e a criação do Sistema Único de Saúde (SUS), ele se tornou uma referência para a população da região no acesso à saúde pública. Em 2010, sua administradora, a Associação Beneficente dos Hospitais Sorocabana, afirmando problemas financeiros fechou as portas do hospital.

O Hospital Sorocabana deve ser reaberto. É responsabilidade do poder público municipal e e estadual os meios para ser reaberto imediatamente.

A posse do terreno do imóvel do Hospital pertence ao estado de São Paulo. Em 2016 o governo estadual repassou para uso da prefeitura o terreno por 20 anos. Está em curso um processo de entrega definitiva para a secretaria municipal de saúde.

A luta pela reabertura do hospital só cresce agregando e unindo a comunidade de seu entorno. Com a crise de leitos hospitalares na cidade de São Paulo, a reabertura do hospital é urgente.

Entre as entidades sindicais que participarão do ato estão Sindsep (Sindicato dos servidores municipais de São Paulo), Simesp (Sindicato dos Médicos de São Paulo) e Sindsaúde-SP (Sindicato dos Trabalhadores da Saúde estadual).

Para a médica infectologista e dirigente do Simesp e da CUT São Paulo, Juliana Salles, é preciso entender a urgência desta questão.

“Movimentos populares há muito requisitam a abertura e estatização desse hospital pela prefeitura e o estado. Construíram Hospitais de Campanha para as OSS [Organizações Sociais de Saúde] na região, caríssimos, e não aproveitam a capacidade já instalada e solicitada faz tanto tempo pela população", afirma. 

SERVIÇO DO ATO
QUANDO: 22.05 (sexta-feira) | 14h
ONDE: Porta do Hospital Sorocabana, R. Faustolo, 1633 - Lapa
A atividade será realizada com distanciamento social e uso de EPIs