• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU

9º Encontro de Mulheres da CUT-SP discutirá participação política e fascismo

Atividade, que neste ano será virtual, ocorre nos dias 25 e 26 de setembro por meio da plataforma Zoom

Publicado: 22 Setembro, 2020 - 10h17 | Última modificação: 22 Setembro, 2020 - 10h32

Escrito por: Rafael Silva - CUT São Paulo

Arte: Maria Dias/CUT-SP
notice

Diante dos inúmeros retrocessos promovidos pelos governos estadual e federal e a escalada autoritária que ocorre no país, a Secretaria da Mulher Trabalhadora promove nos dias 25 e 26 de setembro o 9º Encontro de Mulheres da CUT-SP. Neste ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, a atividade será virtual.

Nesta edição, o encontro terá como tema “Mulheres na política, contra o fascismo, em defesa da democracia, dos direitos e os impactos na vida das mulheres pós pandemia”.

A abertura do encontro terá a participação da secretária da Mulher Trabalhadora da CUT-SP, Márcia Viana, da secretária Nacional da Mulher Trabalhadora da CUT Brasil, Juneia Batista, e do presidente da CUT-SP, Douglas Martins Izzo. O grupo Mulheres Cantantes da CUT-SP também fará intervenções culturais no início da atividade, programada para as 14h15.

Entre os temas do primeiro dia do encontro serão discutidos a importância do engajamento das mulheres nas eleições municipais deste ano, previstas para ocorrer em novembro, e a pauta econômica, passando pelo aumento do desemprego, os programas de transferência de renda e os impactos das reformas tributárias e administrativa em discussão no Congresso Nacional. As mesas serão compostas por Denise Motta Dau, assistente social e ex-secretária municipal de Políticas para as Mulheres de São Paulo, Maria Izabel Noronha, a Professora Bebel, presidenta da Apeoesp e deputada estadual, Marilane Teixeira, economista, doutora e pesquisadora do CESIT/IE-Unicamp, e Adriana Marcolino, técnica do Dieese na CUT Nacional.

Já no sábado, 26, as participantes falarão sobre dois assuntos que se tornaram ainda mais sérios durante este período de crise sanitária causada pela Covid-19: violência e saúde das mulheres. Para o diálogo, que terá início às 9h30, participam Maria Palmira da Silva, doutora em psicologia social e professora universitária, Ivete Boulos, coordenadora do Navis (Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual do Hospital das Clínicas), e Naira Rodrigues Gaspar, trabalhadora da saúde mental no SUS e ativista de direitos das pessoas com deficiência.

“Infelizmente de 2015, quando ocorreu o último encontro, para os dias atuais não temos o que comemorar. Uma série de acontecimentos trágicos na política fizeram com que o Executivo fosse ocupado por pessoas que desprezam as políticas públicas para as mulheres, como as de combate à violência e a de redução da desigualdade no mundo do trabalho”, afirma Márcia Viana, secretária da Mulher Trabalhadora da CUT-SP.

Para participar, é preciso encaminhar e-mail para semt@cutsp.org.br solicitando inscrição com nome completo, contato e a entidade da qual é filiada. O encontro será por meio da plataforma Zoom e o link será encaminhado a partir da confirmação da inscrição.