MENU

8 de março: Mulheres estarão nas ruas por emprego, direitos e pelo fora Bolsonaro

Em São Paulo, CUT e sindicatos se concentram às 14h30 no Espaço Cultural Lélia Abramo, ao lado do Metrô Brigadeiro

Publicado: 04 Março, 2022 - 17h34 | Última modificação: 07 Março, 2022 - 15h12

Escrito por: Rafael Silva - CUT São Paulo

Arte: Maria Dias/CUT-SP
notice

Na próxima terça-feira, 8 de março, mulheres de todo o mundo estarão nas ruas em atos que prometem ser marcados com reivindicações contra a violência e a desigualdade. No Brasil, as manifestações do Dia Internacional de Luta das Mulheres incluem a luta pelo fim do governo Bolsonaro, responsável por retrocessos nas políticas de gênero.

Para quem estiver na cidade de São Paulo, o ato principal ocorrerá a partir das 16h, na Avenida Paulista, em frente ao Masp, com o apoio de diversos movimentos populares (veja abaixo outras localidades).

Como em todos os anos, as mulheres sindicalistas ligadas à CUT confirmam presença no ato da Paulista, mas irão se concentrar momentos antes, no Espaço Cultural Lélia Abramo, à Rua Carlos Sampaio, 305, ao lado do Metrô Brigadeiro, a partir das 14h30. De lá, partem em marcha para se somarem aos demais movimentos feministas.

“O dia 8 de março é uma data de resistência contra todas as formas de violência voltadas às mulheres. E neste ano, de eleições, temos uma oportunidade de ir às ruas e fortalecer a luta para garantir o fim de uma agenda de retirada de direitos que destrói a vida das trabalhadoras e de toda a sociedade, representada pelo governo de Jair Bolsonaro”, afirma a secretária da Mulher Trabalhadora da CUT São Paulo, Márcia Viana.

Em 2022, o Coletivo da Mulher Trabalhadora da CUT-SP, que reúne sindicalistas de diferentes ramos, escolheram o tema “Pela vida das mulheres, por emprego decente, direitos, igualdade, contra a fome e a violência!”. O Coletivo também compôs uma música que será executada durante o ato (veja clipe abaixo).

Agenda 

São Paulo
Ato Unificado 8 de Março 2022
Onde: Av. Paulista, em frente ao Masp)
Horário: 16h 

Concentração da militância CUTista
Onde: Espaço Cultural Lélia Abramo. Rua Carlos Sampaio, 305, ao lado do Metrô Brigadeiro
Horário: 14h30 

ABC
Visita nas agências bancárias: distribuição do Jornal Nova Identidade (a edição deste jornal trata do tema "Mulheres" e é distribuído no mês de março há mais de 20 anos), juntamente com um brinde (Lápis - a ideia é remeter à importância da Educação - com a frase gravada "A Resistência tem nome de Mulher".

Lançamento de pequenos vídeos - diretoras - postagens durante o mês de março.
Live - Lançamento do canal "Basta, não irão nos calar!".
12 de março – ato unificado no centro de São Bernardo do Campo às 10h

9 de março - 20h - Live: A importância da Saúde da Mulher Programação do Sindserv Santo André

Bauru
Ato Unificado das Mulheres #ForaBolsonaro #ForaSuellen
Dia 8 de março
Onde: Em frente à Câmara Municipal
Horário: 17h 

Osasco
Dia 5 de março às 12h
Calçadão
Horário: 10h

Campinas
O Coletivo de Mulheres da CUT Campinas promove neste 5/3, às 10h, pela Noroeste FM a entrevista sobre as violências que atingem as mulheres. Com Phamela Godoy, Lucia Castro e Carol Cavazza. O mediador será Jerry de Oliveira da Rádio Noroeste FM. Pelo YouTube: http://www.youtube.com/noroestefm 

Dia 5
Panfletagem, às 9h, na Praça da Catedral, no Centro, na Praça da Concórdia, em Campo Grande, e na Rodoviária de Campinas
Panfletagem às 10h na Praça do Coco, na Barão Geraldo
Panfletagem às 16h na Praça do Skate 

Dia 7
Panfletagem na entrada do condomínio Alphaville 

Sorocaba
Ato no dia 8 (a confirmar)
 
Vale do Paraíba
Dia 5 (a confirmar)
Ato unificado em São José dos Campos no centro da cidade

Araçatuba
Dia 22 às 19h30 – Roda de conversa do Coletivo de Mulheres da Subsede da CUT-SP

Jundiaí
Ato do Dia Internacional das Mulheres de Jundiaí e Região

5 de março
Concentração a partir das 9 horas em frente à Pinacoteca/Câmara Rua: Barão de Jundiaí, 109, no centro. 

Sindicato dos Químicos de São Paulo
Todos os sábado de março - Entrevistas com mulheres no programa Ser Mulher às 16h

12 de março – Roda de conversa com a categoria. 

Sindicato dos Químicos do ABC
Dia 7 de março às 9h - Debate Virtual: O Empoderamento Feminino no âmbito Sindical e Político. 

Sindsaúde-SP
Dia 8 às 9h – Debate com a categoria no anfiteatro e lançamento de vídeos sobre o combate à violência contra as mulheres. 

Bancárias
Lançamento do protocolo de atendimento às trabalhadoras bancárias.