• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
  • Rádio Brasil Atual
MENU
Jornal da Classe Trabalhadora da CUT-SP - Edição Combate ao Racismo

Jornal da Classe Trabalhadora da CUT-SP - Edição Combate ao Racismo

O Jornal da Classe Trabalhadora produzido pela CUT São Paulo, edição especial de Combate ao Racismo, já pode ser lido ou ter o arquivo em PDF baixado gratuitamente.

O destaque desta edição são os artigos assinados por dirigentes sindicais, políticos e militantes do movimento negro. Na publicação, o senador Paulo Paim (PT-RS) comenta os resultados das eleições municipais de 2020 e aponta os principais desafios do movimento negro no cenário político. Já a lei 10.693/2003, que trata sobre a obrigatoriedade do ensino de história e cultura afro-brasileira nas escolas, é tratada em artigo assinado pela secretária de Combate ao Racismo da CUT Brasil, Anatalina Lourenço.

Dirigente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Júlio César dos Santos fala sobre o mercado de trabalho para a população negra, enquanto que o cientista em humanidades Dennis Pacheco traz dados sobre a violência institucional praticada pelo Estado.

Presidente da CUT-SP, Douglas Izzo, e a secretária de Combate ao Racismo da entidade, Rosana Silva, assinam o editorial.

A publicação também trata sobre assassinato de João Alberto Freitas, que ocorreu dentro de um supermercado da rede Carrefour e praticado por funcionários da loja, em novembro.

Arquivos disponíveis para Download:

Jornal da Classe Trabalhadora da CUT-SP - Edição Combate ao Racismo

Tipo de
arquivo

PDF
PDF

Informações sobre o arquivo

O Jornal da Classe Trabalhadora produzido pela CUT São Paulo, edição especial de Combate ao Racismo, já pode ser lido ou ter o arquivo em PDF baixado gratuitamente.

O destaque desta edição são os artigos assinados por dirigentes sindicais, políticos e militantes do movimento negro. Na publicação, o senador Paulo Paim (PT-RS) comenta os resultados das eleições municipais de 2020 e aponta os principais desafios do movimento negro no cenário político. Já a lei 10.693/2003, que trata sobre a obrigatoriedade do ensino de história e cultura afro-brasileira nas escolas, é tratada em artigo assinado pela secretária de Combate ao Racismo da CUT Brasil, Anatalina Lourenço.

Dirigente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Júlio César dos Santos fala sobre o mercado de trabalho para a população negra, enquanto que o cientista em humanidades Dennis Pacheco traz dados sobre a violência institucional praticada pelo Estado.

Presidente da CUT-SP, Douglas Izzo, e a secretária de Combate ao Racismo da entidade, Rosana Silva, assinam o editorial.

A publicação também trata sobre assassinato de João Alberto Freitas, que ocorreu dentro de um supermercado da rede Carrefour e praticado por funcionários da loja, em novembro.